31 de dez de 2009

...

Sempre me perguntei porque grandes compositores dizem que construíram algumas de suas gloriosas obras quando estavam tristes. Não sei se era egoísmo da minha parte, mas, escrever quando se está triste, ao meu ver era coisa de louco, suicida, ou algum integrante do mesmo clube.

Apesar de me indagar, eu nunca havia parado para pensar em fazer isso. Vai ver que era por que há tempos eu não ficava pra baixo. Mas, escrever, compor, pintar, desenhar, quando se está triste deve fluir mais fácil. Se tiver alguma química no meio podem ir dizendo, estou ansioso para saber.

Experimentei escrever agora, 'pra' baixo, e, mesmo digitando palavras, tentando encaixá-las de forma que não perca a característica de meus textos que, auto-denomino sarcásticos, e embora eu ou outras pessoas futuramente venhamos a gostar do que escrevi, confesso: não vi nenhuma graça em escrevê-lo.

No final, eu acho que tudo o que se cria numa fase de baixa emocional seja pura e simplesmente uma forma de se fugir da realidade, mesmo que por algumas linhas!

Nenhum comentário: