21 de nov de 2013

Textículo

Faz algum tempo, e venho notando o quanto a população brasileira, historicamente condenada por sua leitura irregular, digo, pela falta de habito de ler, vem se transformando frente a esse estigma. Hoje, conscientemente politizada e dona de um senso crítico invejável, essa população se orgulha dos mais de 5 minutos diários que dedica ao ato de folhear VEJA e rir do significado das piadas de humor "branco" de JÁ, ao tempo em que não perde um episódio de JN, quando, logo em seguida, se debruça sobre os mais variados canais de disseminação da informação de poucos nas redes sociais.

Piada feita, agora me dedico a colocar minha preocupação: será que os brasileiros realmente podem se orgulhar desse avanço? Será que a leitura extremamente superficial que se faz de tudo, desde um texto pequeno como este, a uma nota, notícia ou matéria jornalística, é de fato um avanço? A bestialidade da classe média, e da chamada nova classe média, me chama muito a atenção!

Nenhum comentário: